Seu otimismo é...

Em 19/07/2017 , Comments

Seu otimismo é...

Eficaz ou é um otimismo ilusório? Sabemos que ser otimista é um bom hábito. Porém, muitas situações da vida, não se resolvem só porque achamos que tudo dará certo. A vida não está aí para se render ao otimismo leviano e inconsequente. Aliás, a sabedoria do universo não se sensibiliza para o otimismo ilusório.

 

Adiante para entender

Esta última afirmação parece ser pessimista! Mas vamos seguir no texto para termos a oportunidade de entrar em contato com ambos os lados do otimismo e verificar em que perfil de otimismo estaríamos conectados. Vou falar sobre o que diferencia o otimismo eficaz e útil daquele otimismo ilusório, distorcido e limitante.

O otimismo eficaz é aquele que nos ajuda a chegar em um lugar melhor, a conquistar novos patamares de vida e de consciência. É eficaz porque gera resultado, dá efeito palpável na vida pessoal e profissional. É uma postura de quem toma atitudes e ações concretas que geram transformações e novos resultados.

Entretendo, é possível ser otimista fazendo, durante anos, a coisa errada e obtendo resultados ruins. É possível ser otimista sem gerar “resultados otimistas”. No otimismo distorcido a pessoa não faz nada para mudar, nega o problema, fica paralisada diante das possibilidades de mudanças e fica dizendo para si mesmo: “Eu sei que algo bom vai acontecer e tudo vai ficar bem. ”  Aqui temos uma afirmação otimista com uma postura limitante. E a vida continua passando e não nos damos conta de que com esse “otimismo” várias áreas da vida podem se desequilibrar.

 

Funciona otimismo!

Aprendemos que é importante ser otimista. E eu, particularmente, estou muito otimista quanto a isto. Realmente acredito ser esta uma postura importante. Já provei para mim mesmo que funciona. E conheço uma gama de pessoas que confirmaram para si mesmas que o otimismo as salvou e também a outras. Aposto que você também conhece alguma história para contar.

Perceba como eu falei sobre otimismo no parágrafo anterior. Não parece meio vago? Parece “otimista” demais”. Em verdade, a maneira como está é solta, desconectada e distante das situações que se apresentam e que precisam ser resolvidas. Está sem alguns complementos que poderiam influenciar para que a meta ou sonho se realize.

Para o otimismo funcionar como uma ferramenta de apoio - já vimos que só o otimismo não é o suficiente - é fundamental atitudes e ações concretas.

Então, mãos à obra e aja para novos resultados. Podemos começar com um pequeno exercício:

a)    Faça uma lista com 10 características que você acha que uma pessoa otimista possui.

b)    Agora releia a lista (pode ser que você tenha encontrado 5 características ou mais de 10.Não importa agora. O importante é ação de ter feito algo)

c)     Assinale as características que você percebe que também são as suas, ou melhor, assinale aquelas que você reconhece que já possui e se encontram na lista.

d)    Durante uma semana marque na agenda, a partir de hoje, e foque em desenvolver 1 das habilidades da pessoa otimista.

 

Um pouquinho mais

Estudos mostram que é melhor focar numa característica em que você já esteja desenvolvido, porém há espaço para melhorar.  Evite escolher uma habilidade que você tenha demasiada dificuldade para desenvolver. Demoraria muito tempo para sentir os resultados.

Pesquise sobre a habilidade/capacidade que você irá focar nesta semana. Haverá sempre materiais disponíveis em sites confiáveis. Também assista vídeos, faça perguntas para pessoas que você considera otimista. Aumente as suas opções de pesquisa sobre a característica do otimismo a ser desenvolvida e inclua sua própria forma de pesquisar, compreender o assunto e que já estão na sua experiência e visão de mundo ( seu clube de apoio, religião, filosofia de vida, livros, familiares, amigos otimistas etc.)

 

Para o alto e avante!

 O otimista é persistente. Porém, ser persistente sem uma estratégia que funcione, além de perder a rota, se torna muito desgastante. E lá no fundo, na parte inconsciente, pode abrir espaço para crenças de que não vai conseguir, não vai dar certo, de que não é capaz. E ainda assim continua otimista.

Como pode uma pessoa ser otimista acreditando que não vai conseguir e de que não é capaz? Ela está presa à crença de um otimismo distorcido, ilusório. Talvez uma fuga. E aposto que se você chegou até aqui vai desejar todos os dias usar ao seu favor o otimismo eficaz, aquele que é útil para a vida ser mais feliz.

O importante é adquirir capacidade de movimento, dinamismo, autorizar-se a ter sucesso na vida pessoal e profissional, gerando resultados positivos como o otimista quer e merece.

Eu estou muito otimista de que você é capaz. Seja feliz!