Dificuldades nos relacionamentos? Por quê?

Em 07/08/2017 , Comments

Perguntas

  • Os relacionamentos amorosos têm sido fáceis para você?
  • E como está o convívio com outras pessoas?
  • É mais fácil você se relacionar com homens ou com mulheres?

 

Explicando um pouco

É evidente, com relação à última pergunta que, às vezes, temos mais facilidade e/ou afinidade de nos relacionarmos com homens ou com mulheres. Mas este não é o ponto. Vejamos! Quando estamos com dificuldade de relacionamento com aquelas pessoas que amamos, quer sejam filhos, cônjuges, chefes, pais ou mães, onde está, de fato, o problema?

 

O ponto crucial

Bem, aqui chegamos ao divisor de águas, ao ponto crucial, dentro da visão da Constelação Familiar: o pai e a mãe. Então, daqui partimos para falarmos da qualidade nos relacionamentos com quaisquer pessoas.

 

A qualidade nos relacionamentos

Você pode ter um ótimo relacionamento com a figura masculina, se a relação com seu pai é harmoniosa, assim com a figura feminina, se você estiver bem com sua mãe. Soa estranho para você essa constatação?

A razão pela qual isso acontece é simples: pai e mãe são as raízes. Ou seja, o pai é o primeiro homem e a mãe, a primeira mulher de uma alma aqui na Terra. Sem estes dois seres, uma criança não nasce e essa criança, esse novo ser, os carregará no coração por toda a vida e, quiçá, além.

Logo, quando não se está bem com a mãe, não se está bem com outras mulheres, mesmo que nos esforcemos para tal. Estamos falando naquelas mulheres que são nossas professoras, chefes, esposas ou namoradas. A base dessa dificuldade, a qual gera, por vezes, um encurtamento ou destruição do relacionamento, está no relacionamento com a mãe.

Do mesmo modo ocorre com o relacionamento com outros homens - chefes, maridos, irmãos, ou colegas -, onde podem ocorrer profundos conflitos, repetindo o que foi feito, de forma inconsciente, com o pai, na infância.

 

Falta algo

Abordar esse assunto é importante, pois, muitas vezes, as pessoas buscam algum aperfeiçoamento, alguma técnica, para se relacionarem bem. Elas até conseguem, mas sempre faltará algo.

Este “algo” é a essência do amor e da vida, que brotam somente do pai e da mãe. Isso não é uma crença e nem mesmo tem algum peso moral. Simplesmente foi observado na forma de como os grupos sociais se apresentam, isto é, como estes seguem uma lei sistêmica.

Essa lei sistêmica nos diz, de modo óbvio, que pai é pai, mãe é mãe e filho é filho. A lei está sendo usada no mundo inteiro, através da Constelação Familiar, que buscam a harmonia e o equilíbrio da nossa alma neste planeta, as quais passam, necessariamente, pelos nossos pais.

 

Para refletir

Então, pergunte a si mesmo como está o seu relacionamento com seus pais, se há algum peso no seu coração vindo dessa relação. Faça algo em direção ao entendimento e à compreensão dos seus pais. Tome a vida que eles lhe deram, tome-os no seu coração e coloque-se no lugar de filho. Esteja bem com eles. Assim, você terá mais sucesso, paz e harmonia na vida e nos seus relacionamentos.